Tecnologia em desenvolvimento no Cávado e no Ave

  

 

DSCN7781

O IPCA – Instituto Politécnico do Cávado e do Ave promete «altas taxas de empregabilidade, ligação às empresas e laboratórios altamente equipados». Na sua montra na Qualifica'18 pode-se apreciar in loco jogos de realidade virtual desenvolvidos pelos alunos.

Dispersos por Barcelos, Braga e Guimarães estão os quatro polos formativos do IPCA – Instituto Politécnico do Cávado e do Ave, entidade presente na 11ª Qualifica à procura de explicar as suas mais-valias a estudantes que se queiram juntar aos já 4600 inscritos nos seus cursos. Gestão, Design, Hotelaria e Turismo e Tecnologia são as vertentes de estudo abrangidas por esta instituição de ensino. No espaço de um ano, estas duas últimas escolas superiores verão ampliadas as suas instalações. Em 2020, será a vez do sector dedicado ao Design. Tudo para corresponder à crescente procura dos alunos que ali encontrarão melhores condições técnicas e de ensino.

No stand instalado na Exponor podemos precisamente apreciar o talento dos formandos desta área, numa pequena exposição dos trabalhos desenvolvidos nos cursos de Design Industrial, de Moda e de Calçado. No canto aposto dominam as tecnologias, dando a oportunidade ao visitante de testar os jogos de realidade virtual concebidos por alunos do IPCA. Aliás, neste sector o politécnico orgulha-se de proporcionar um curso único em Portugal – Engenharia em Desenvolvimento de Jogos Digitais –, que atrai jovens oriundos até mesmo dos pontos mais remotos do País.

Sabes mais em: https://ipca.pt/