Farfetch abre 60 vagas para estágios remunerados

  

farfech

A Farfetch lança uma nova edição do Programa PLUG-IN e volta a desafiar os recém-graduados a participarem no programa de estágios remunerados que regressa em setembro para a 3ª edição. Este ano estão disponíveis 60 vagas, um crescimento de 60% face à edição anterior.

A Farfetch alargou também os perfis dos recém-licenciados admitidos a concurso. Os perfis mais procurados continuam a ser das áreas de Engenharia e de Matemática, no entanto, este ano também são procurados candidatos para a área de Produto, na vertente de Design. "Estamos a falar de um programa que, desde o início, tem uma estrutura de mentoria e desenvolvimento dos participantes muito distintiva. Representa uma oportunidade única para os candidatos que podem ter a primeira experiência profissional, com um apoio muito próximo de experts nas respetivas áreas e, ao mesmo tempo, participar em projetos complexos e inovadores que estão a mudar a indústria", afirma Ana Sousa, Talent and People Director da Farfetch em Portugal.

A Farfetch proporciona um programa de mentoria em tecnologia, em contexto real de desenvolvimento de projetos, com o acompanhamento de especialistas da empresa nas diferentes áreas. Tal como nas edições anteriores, os candidatos passam por um processo de seleção que inclui a análise do perfil, a resposta a desafios tecnológicos, o desempenho em dinâmicas de grupo e a entrevista final. "A Farfetch é uma empresa global que proporciona a estes candidatos uma experiência técnica mas ao mesmo tempo a possibilidade de integrarem equipas internacionais que estão
a desenvolver soluções inovadoras, expondo-os a desafios e a uma aprendizagem muito rápida" sublinha Ana Sousa.

O programa remunerado tem a duração de 6 meses e arranca em setembro, nos escritórios da Farfetch em Lisboa, Porto e Braga. Na edição de 2017, o PLUG-IN recebeu cerca de 500 candidaturas e selecionou 36 estagiários. Todos foram convidados para continuar na Farfetch depois do programa.